Como a FedEx foi parar no cinema

https://www.instagram.com/p/CN3DetQjsxi/

Quem se recorda do Wilson?

Um fato interessante, que gerou bastante polêmica e ainda deixa dúvidas, foi a participação da FedEx no filme Náufrago (2000) do diretor Robert Zemeckis.

No drama, um inspetor da Federal Express — Chuck Noland, interpretado pelo ator Tom Hanks — sofre um acidente e fica preso em uma ilha deserta por 4 anos. Durante esse tempo, ele encontra uma bola de vôlei da marca Wilson e, em um acesso de raiva, com sua mão machucada, joga para longe, deixando na bola uma mancha semelhante a um rosto humano. A partir dali passa a tratar a bola como um amigo.

Segundo o Diretor de Marketing da FedEx, Guilherme Gatti, a participação da FedEx não foi remunerada; a empresa foi convidada pelo diretor para participar do filme, levar os equipamentos até a ilha e, com isso, ter a oportunidade de divulgar a marca no mundo inteiro. O fato de retratar a queda de um avião da companhia poderia fazer com que a FedEx rejeitasse a exposição de sua marca. Mas a empresa forneceu até mesmo locais de filmagem em suas sedes em Memphis, Los Angeles e Moscou, além de ajudar com o apoio logístico.

O filme de Hollywood foi um sucesso de bilheteria e recebeu duas indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor Ator, para o ator Tom Hanks, e também na categoria Melhor Mixagem de Som.

Você conhecia essa história?

Bacharela em Jornalismo pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e pós-graduanda em Marketing, Criatividade e Inovação também pela UCPel.

Bacharela em Jornalismo pela Universidade Católica de Pelotas (UCPel) e pós-graduanda em Marketing, Criatividade e Inovação também pela UCPel.